terça-feira, 27 de junho de 2017

O Quaquá do PT

"Se o Lula for condenado vai ter luta nas ruas", disse Washington Quaquá - isso mesmo, "Quaquá" - presidente do PT do Rio de Janeiro.
Para quem não conhece a peça ele tem o gosto por dinheiro de uma striper americana com dólares na calcinha, o preparo físico do Nhonho e toda a credibilidade que o "sobrenome" Quaquá pode conferir a um político.
Chegou a apanhar ao vivo na TV enquanto dava uma entrevista e com certeza tem mais coragem para lutar contra um prato de nhoque do que contra um aluno do ginásio do Colégio Militar, que dirá contra a polícia, as forças armadas ou mesmo algum cidadão justamente indignado que resolva plantar-lhe a mão nas fuças.
A disposição dos petistas para luta é muito parecida com a inocência do Lula: só existe na cabeça deles.
O PT é bom mesmo em estrangular orçamentos, se atracar com propinas, dar jabs na probidade administrativa, arm locks em investigações, pontapés na inteligência alheia e diretos na cara da verdade.
Tirando isso basta cortar a mortadela que eles preferem correr atrás de algum deputado, senador, prefeito ou sindicato ainda controlado pelo partido para lutar avidamente por alguma boquinha.
0 Comentários