sábado, 24 de fevereiro de 2018

A OAB pode ir pastar

Que obsessão da esquerda, da OAB, da imprensa e até do MP em manter as favelas como zonas livres para o crime?
É incrível.
"A polícia invadiu o morro". "O Exército ocupou a comunidade". Quer dizer, ocupação não era o que as quadrilhas faziam? As forças da lei é que são tratadas como se "invadissem" algum território?
Esculacho, toque de recolher, venda de drogas, milícias, tudo isso pode? Revistar quem entra, checar antecedentes e coibir o crime é "abuso"?
O CRIME em geral e o TRÁFICO DE DROGAS não incomoda essa gente há 40 anos, mas quando vem a polícia ou o exército NÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOO violência contra o pobre.
É asqueroso.
0 Comentários