quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

As montarias de opinião

O que essa gente igual o Reinaldo Azevedo e a Rachel Sherazade não entendem é que eles não são "formadores" de opinião nenhuma. Eles serviam para amplificar uma opinião que já existia.
Agora que resolveram fazer um pivô, viraram descartáveis.
Muitos torcem - de forma silenciosa ou não - pela volta do petismo ou de algum governo com aquele viés de esquerda que facilite fazer oposição.
Quantos e quantos colunistas, escritores, apresentadores de programas e palestrantes não se fizeram como profissionais do anti-petismo, mesmo tendo posições em relação aos temas sociais bem próximas às do PT?
É uma turma desarmamentista, indiferente à ideologia de gênero, à doutrinação nas salas de aula, seletivos na indignação com a corrupção, apologistas de um "estado de direito" que só funciona para quem pode pagar advogados caros que são mestres em embargos auriculares com os ministros deste STF esculhambado, enfim, gente que era apenas anti-PT e muito pouco além disso.
Todos se serviram muito bem da multidão de pessoas que não tinha voz na luta contra o lulopetismo e agora pensam que podem tocar este gado para onde bem entenderem.
Mas se enganam profundamente.
Foram apenas montaria para um conjunto de valores que precisava ser conhecido, carregaram no lombo o que conservadores do país inteiro já traziam nos seus corações e mentes e hoje já não são mais necessários.
Podem ir pastar em outra freguesia.
0 Comentários