segunda-feira, 13 de agosto de 2018

A união da esquerda brasileira

Uma seita que idolatra um presidiário, um Napoleão de hospício, um cafetão de mendigo de meia idade que pensa ser um estudante rebelde da Cefet e uma comunista quase quarentona com a idade mental de uma fã de banda coreana que gosta de passear na Disney.
É a isto que a esquerda brasileira ficou reduzida.
0 Comentários