sexta-feira, 14 de setembro de 2018

É proibido, mas se quiser pode

O Congresso se reúne e decide que condenado em 2ª instância não pode ser candidato. O presidente sanciona e lá está a lei: condenado em 2ª instância não pode ser candidato. O que acontece em qualquer país normal? Simples: condenado em 2ª instância não pode ser candidato. No Brasil o STF precisa se reunir para decidir se vale.
0 Comentários