quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Vocês erraram, admitam logo

Convencionou-se dizer que a facada que levou em Juiz de Fora "salvou" a candidatura de Jair Bolsonaro, que "já vinha caindo" em decorrência dos ataques que sofria. Mas a certeza que eu tenho é que aquela facada que o Bolsonaro levou, salvou a carreira e a reputação de muito analista político.

Desde o início do ano o que se dizia, de forma solene e definitiva, nesta ordem, é que Bolsonaro não conseguiria um partido, não conseguiria a candidatura, não conseguiria passar de um determinado teto e perderia para qualquer um num eventual segundo turno.

Um a um estes "argumentos" foram sendo derrubados e a teoria do teto, entre outras, desabou sobre as cabeças de seus arquitetos.

Hoje a realidade é que o deputado tem vaga no segundo turno e todos os que preconizaram sua queda desde janeiro erraram. Erraram feio porque, de suas torres de marfim, não conseguiram captar o movimento que acontecia nas ruas, no meio do populacho que pretendem guiar com suas mentes iluminadas.

Dito isto, alguns se dedicaram à campanha aberta, mentindo, espalhando fake news, repassando narrativas dos adversários, vale tudo. Não se iluda: a imprensa prefere o PT ao Bolsonaro, simplesmente porque o PT dá lucro.

Os demais, que ainda pretendem sustentar a máscara da isenção por algum tempo, dedicam-se à duas atividades: cuspir 20 teorias por minuto, para ver se acerta uma e "provocar" eleitores do Bolsonaro para caçar cliques e bater a meta.

Mas a verdade é apenas uma: vocês erraram, admitam.

Ainda que aquela facada tenha oferecido um excelente bote salva-vidas para tirar suas reputações desse Titanic.
0 Comentários